-A A +A
Alegre - ES

Obtenção de Ésteres Metílicos utilizando Dolomita como Catalisador Heterogêneo na Reação de Transesterificação

Nome: Marlene Leiko Chiba
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 14/02/2017
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
AUDREI GIMÉNEZ BARAÑANO Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
AUDREI GIMÉNEZ BARAÑANO Orientador
DAMARIS GUIMARÃES Examinador Externo
IARA REBOUCAS PINHEIRO Examinador Interno

Resumo: As mudanças climáticas e a conscientização da sociedade pelas questões ambientais têm favorecido pesquisas por produtos e processos ambientalmente sustentáveis. O biodiesel é um combustível derivado de fontes renováveis, como óleos vegetais e gorduras animais, que pode substituir parcial ou integralmente o diesel de petróleo. Convencionalmente, o biodiesel é produzido por reação de transesterificação homogênea alcalina, mas estudos têm sido realizados para o uso de catalisadores heterogêneos, que apresentam vantagens como a diminuição de resíduos efluentes e possibilidade de reutilização do catalisador. A dolomita é um calcário, um material abundante na natureza e de baixo custo, com aplicação industrial em diversas áreas. Recentemente a dolomita tem sido estudada para utilização como catalisador heterogêneo na produção do biodiesel. No presente estudo, uma dolomita originária da região de Cachoeiro de Itapemirim – ES, foi investigada para utilização como catalisador heterogêneo na produção de biodiesel. A calcinação dessa dolomita à 900°C por 2 horas, resultou em materiais com características importantes, as quais foram investigadas por meio de análises química, de DRX, de TGA/DTG e MEV. Essas qualidades garantiram uma boa catálise da reação de transesterificação de óleo de sementes de algodão com metanol, na quantidade de 2% ou 3% em peso de catalisador. Também foi possível reutilizá-lo por mais dois ciclos. Das reações, resultaram produtos com elevadas concentrações de ésteres metílicos, de aproximadamente 98% de FAME, sendo o linoleato de metila e o palmitato de metila os ésteres mais expressivos, e não foi necessário utilizar água nas purificações e outras etapas do processo.

Acesso ao documento

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Alto Universitário, s/nº - Guararema, Alegre - ES | CEP 29500-000